29/09 - 12/10/2012 - São Paulo - Argentina (San Isidro)

O grupo partiu de São Paulo, dia 29 de Setembro rumo a Buenos Aires, para participar da exposição Autoclassica 2012.   
Foram com três modelos A, respectivamente, um Phaeton 1928, de Nelson Fidelis, um Town Sedan 1929, de Mateus
Polizel e um Roadster 1931, com o Sr Rudolf, sócio do Clube do Fordinho, que veio direto da Suíça, especialmente para 
participar deste evento.

Tivemos a participação de amigos com outras marcas e modelos, sendo um Opala 1969 do Sr Paulo Piagentini, um
Chevrolet 1956 do Sr. Mauro Guazelli, um Fusca 1972 do Sr. Marco, uma Toyota Hilux do Vladimir Belmonte e o caminhão
plataforma do Eduardo Polizel, que acompanhou o grupo até o Chui e infelizmente não pode atravessar a fronteira com
o Uruguai por falta de documento espeçífico. 
  Daí para frente, o grupo seguiu sem apoio de plataforma.

A viagem correu bem, com a primeira parada em Florianópolis-SC (+ou - 750 km de São Paulo) e foi o trecho mais longo
percorrido em um dia de viagem.  Os outros trechos se limitaram a 600 ou 650 km/dia.


Apos três dias de viagem, o grupo já estava em " La-Paloma " no Uruguai,  sentindo o cansaço da viagem, mas, até então,   
sem nenhum problema com os carros.  Para variar, tinha a brincadeira de apostar qual Fordinho ia quebrar primeiro,
principalmente vinda dos que estavam de Chevrolet e Fusca.


Como ninguém é de ferro, tocaram  até Punta Del Leste e pararam um dia só para descansar e fazer uma revisão nos
possantes.  A seguir, foram rumo a Colonia Del Sacramento,  passando por Montevideo e lá aconteceu o inesperado:  
Avançando um cruzamento, Nelson Fidelis, sofreu uma batida na lateral traseira de seu Phaeton, fazendo o Fordinho
rodar 180 graus e ficar de frente para o Fordinho do Mateus !

Em Colonia, aproveitaram para fazer a troca de óleo dos carros, pois já tinham percorrido em torno de 2.500 kms.
Enfim atravessaram a balsa (Bukebus) e após 07 dias de viagem, chegaram a Buenos Aires, onde foram recebidos pelos
sócios do CAFA (Club Amigos do Ford A da Argentina) e os anfitriões para aquele evento. Não foi possível colocar os
carros no recinto do evento, pois o grupo teria que retirá-los no Domingo, o que não era permitido pela organização.

O CAFA ofereceu, em sua sede social, recepção aos amigos do Brasil e a surpresa foi grande, pois ao chegarem, haviam
amigos da Colômbia que também tinham vindo de Fordinhos e rodado mais de 7.000 kms e ainda rodariam mais 3000 
kms até o Chile. Resultado: Sem querer, estavam reunidos, Argentinos, Uruguaios, Brasileiros e Colombianos,  num
primeiro encontro Latino Americano dos Ford A e, já iniciaram conversações para um futuro encontro em 2013, com
todos os clubes da America Latina , Clube do Fordinho – Brasil, e Clube do Fordinho Curitiba.  Este encontro deverá ter
vez em Fóz do Iguaçu, que é um ponto equidistante entre todos.


O retorno começou dia 08 e, novamente na travessia com o Bukebus  até a cidade de San José de Maio, onde tiveram  
que reparar o radiador do Fordinho do Mateus.  Seguiram até Trinidad, com parada para dormir.  No dia seguinte
atravessaram o Uruguai sem problemas, porém com muita chuva, dia e noite.

Fizeram três paradas sendo, em Rosário do Sul, Concórdia e Curitiba, onde foram recebidos pelos sócios do Clube do
Fordinho-PR, representados pelo Sr. Raul Beltrame e seu filho Alexandre, que deram apoio logístico para o
deslocamento na Cidade.

Finalmente, chegaram em São Paulo dia 12 de outubro, com 14 dias de viagem e mais de 5.300 kms rodados. Todos  
cansados porém, sãos e salvos e com o dever cumprido, de representar nosso Clube na Autoclassica 2012.

Agradecemos a todos que nos ajudaram nessa empreitada e fica aqui uma lição aos que duvidam da capacidade dos
Fordinhos, 
 pois acreditamos que não exista, no mundo, outra marca ou modelo, com 83 anos de fabricação, que seja
capaz de suportar algo parecido.


 Clique aqui para ver as fotos



Tecnologia Site Inteligente Home : Contato : Mapa do Site