Matéria do site da Auto Show de 18 de março de 2010

Matéria do site da  Auto Show de 18 de março de 2010

 

T e A: os pioneiros da marca Ford no Brasil

Clube paulista ajuda a preservar memória destes lendários automóveis

Por Marcos Camargo Jr.
  

  
O primeiro Ford demorou para chegar ao Brasil. Lançado em 1908, nos Estados Unidos, o modelo T era o primeiro automóvel produzido em série no mundo. As primeiras unidades do carro para o mercado nacional saíram do galpão da Ford, na Rua Florêncio de Abreu, em 1919. Neste tempo, apenas alguns outros modelos foram importados para o nosso país e estavam nas mãos de um restrito grupo de empresários, barões e autoridades. No primeiro ano de operações, 2.447 unidades foram vendidas.

                                                    

 
 
Em algum tempo, o sucesso mundial também era líder de vendas no país. As grandes residências e palacetes guardavam seus automóveis, usados apenas eventualmente, e sempre guiados por motoristas profissionais.  Por conta dos seus manetes na coluna de direção, o carro ganhou alguns anos depois o apelido de Ford "Bigode", alcunha que perdura até os dias de hoje entre os fãs da marca.

                                                                  

 

Para o público brasileiro, o Ford T também era símbolo de confiança. Diferente de outros automóveis que eram apenas importados, a marca anunciava seus modelos nos jornais e revistas da época, valorizando o fato do carro ser um sucesso nos Estados Unidos, Europa e até na Ásia. O principal atributo do carro era a durabilidade, já que os automóveis da época não eram robustos e quebravam com muita frequência.

                                                     

O modelo T foi descontinuado em 1927, quando Henry Ford se convenceu de que era preciso mudar e renovar a linha após 15 milhões de unidades fabricadas. O Ford chegou a ter 50% do mercado de veículos novos, e era conhecido pelo público como Tin Lizzie (empregada de lata), referência a sua versatilidade e utilidade. No ano seguinte chegou ao mercado o modelo A, que era bem mais avançado que seu antecessor.

                                                                   

 

 Fruto de um investimento de US$ 250 milhões, o modelo A, mais seguro e com mecânica ainda mais confiável. O motor de quatro cilindros desenvolvia 40 cv, e trazia freio nas quatro rodas, câmbio de três marchas, amortecedor hidráulico e pedal de acelerador, diferente dos manetes usados no Ford T. O novo modelo também chegava a 100Km/h enquanto o Ford T não passava dos 70 Km/h

                                   Clube preserva memória dos pioneiros

 

                                                

Em São Paulo, o Clube do Fordinho reúne 370 sócios de 130 cidades e 22 Estados (além de membros da Grécia e Suíça), proprietários de modelos T e A, que preservam a história destes automóveis. Semanalmente o grupo se reúne na sede do Clube, no Ipiranga, para trocar experiências e informações a respeito da manutenção e conservação dos carros.

                                                

"O que mais se destaca na linha desta época é a durabilidade e confiabilidade dos carros. Você pode viajar o Brasil todo, pois o Fordinho é um carro bem confiável", elogia Antonio Augusto Geraldini, Presidente do Clube do Fordinho
.

                                                            
 

E a iniciativa do grupo é louvável, afinal manter em dia um carro fabricado há cerca de 80 anos não é tarefa das mais fáceis. Algumas peças, no entanto, podem ser encontradas no Brasil e 50% dos itens estão disponíveis em fabricantes nos Estados Unidos. Entre os serviços que os membros do clube têm à disposição, estão os manuais técnicos do Ford A traduzidos para o português, bem como inúmeras facilidades para aquisição de peças para os carros.

                                                 


O Clube também organiza passeios, encontros e até viagens. Em 2009, um grupo foi até a Argentina e Chile, rodando com seus carros. Também são programadas viagens pelo Brasil, que levam ao público um rico conteúdo histórico sobre estes desbravadores a bordo de clássicos Ford.

 

CONHEÇA O CLUBE DO FORDINHO :

 

www.clubedofordinho.com.br

 

www.autoshow.uol.com.br

Tecnologia Site Inteligente Home : Contato : Mapa do Site